O meu marido me agrediu devo perdoar – o que faço agora e como agir?

O meu marido me agrediu devo perdoar – o que faço agora e como agir?

Perdoar é um ato humano. Mas é preciso ter cuidado para que não alimente o poder de quem praticou a ação que levou ao perdão. Quando falamos de violência doméstica é preciso ter um cuidado ainda maior na relação com o agressor.

Não é uma situação fácil para quem está envolvido e muitas vezes as mulheres sentem vergonha em contar que foram agredidas. É como se fossem mulheres de segunda classe.

Neste artigo, vamos conversar sobre a violência doméstica, as medidas que você poderá tomar para se proteger, e do reforço da autoestima.

Leia também: > Como salvar o seu casamento com o marido ao ponto de deixá-lo cada vez mais apaixonado por você

“Caí da escada”, “Bati o olho na porta”, são algumas das desculpas que mulheres agredidas dizem para seus familiares, amigos e colegas de trabalho para esconder esta situação.

Na maioria das vezes, sentem vergonha e até pensam que são culpadas.

O meu marido me agrediu devo perdoar?

A violência doméstica é um fenômeno que se alastra no Brasil, em todas as classes sociais, e a mulher que é agredida é o elo mais frágil da relação.

E isso começa muito cedo. Muitas jovens afirmam que já foram vítimas de violência verbal e física por parte de seus namorados.

Os exemplos são muitos: a roupa que ele não gosta e você não pode vestir, o isolamento, o ciúme excessivo de seus amigos.

E o pior é que, ainda, em nossas sociedades o ciúme é visto com um sinal de paixão e não como uma doença perigosa que pode transformar a vida de uma pessoa num inferno.

Ninguém é de ninguém!

Ou seja, a posse não cabe num relacionamento saudável entre um homem e uma mulher. Mas quando a mulher está casada e, muitas vezes, é dependente financeiramente do marido, a agressão poderá ser ainda mais silenciada.

Normalmente, a agressão é um processo: começa com insultos verbais e se não for detido a tempo a tendência é que se transforme em violência física.

Em norma geral, a mulher perdoa e não uma só vez, por que o marido perde se mostra arrependido, diz que nunca mais vai acontecer, que ele estava nervoso.

Mas problemas todos temos e não há justificativa para que esta frustração seja descarregada na mulher com quem esse homem partilha a vida e a casa.

É claro que se a mulher vítima de violência doméstica quiser perdoar, ela precisa saber que há um risco que este comportamento continue e até se agrave.

Leia também:Por que meu marido me trata mal e me desrespeita – 4+ motivos

Muitas vezes, há outros problemas associados como alcoolismo e dependência química, e a mulher se sente encurralada.

A primeira vez nunca deve ser desconsiderada. Se o seu marido agrediu-a, saiba que ele passou a fronteira da falta de respeito. Mas você não está sozinha.

Atualmente, no Brasil, há dispositivos legais como a Lei Maria da Penha que protege as vítimas de violência doméstica e familiar, delegacias especializadas e o número 180 para denunciar o agressor.

Procure ajuda para reforçar a sua autoestima que, acredite, ficará muito fragilizada depois de você ter sido agredida. E não esqueça que ninguém tem o direito de insultar e maltratar outra pessoa.

Preste atenção agora:

Se você deseja salvar o seu casamento…. fazer o seu marido se apaixonar por você cada dia mais e mantê-lo sempre interessado no relacionamento ao ponto dele ter cada vez mais tesão por você e por mais nenhuma outra mulher…

Então Leia esse próximo artigo abaixo:

Leia também: > Como salvar o seu casamento com o marido ao ponto de deixá-lo cada vez mais apaixonado por você (antes que seja tarde demais e ele separe de você por outra)

 

error: Content is protected !!