Quero separar do meu marido, mas não sei por onde começar. O que faço para separar corretamente?

Quero separar do meu marido, mas não sei por onde começar. O que faço para separar corretamente?

Ninguém se casa com planos de se divorciar. Você não diz sim no altar com a intenção de seguir sua vida sozinha no futuro, mas sim em aumentar sua família ao lado do seu marido. Quem casa quer a companhia da pessoa até o fim da vida, no entanto, infelizmente nem sempre esse desejo é possível.

Às vezes o mais saudável em um relacionamento que só existe desrespeito e brigas é o divórcio, então não comece a se culpar por desejar a separação.

Aliás, você não é a única mulher a desejar isso, muitas outras falam “quero separar do meu marido, mas não sei por onde começar”. São pessoas que também estão em um casamento ruim ou perceberam que não terão mais a felicidade que sonhavam em ter nesse relacionamento, e está tudo bem.

Você precisa levantar a cabeça e começar a tomar algumas atitudes que se tornam fundamentais no processo de divórcio. A primeira? Conversar com seu marido e ser clara sobre as suas intenções em terminar seu casamento.

Leia também: > Como salvar o seu casamento com o marido ao ponto de deixá-lo cada vez mais apaixonado por você

Para saber quais as próximas atitudes para se divorciar confira logo abaixo.

Será um divórcio amigável ou não?

Infelizmente você sofre o risco de passar por um divórcio conturbado. Se os dois não entrarem em comum acordo pode ser necessário tomar algumas providências mais “pesadas”, como no caso de ter um divórcio no litigioso.

O divórcio litigioso ocorre quando uma das partes envolvidas não concorda com algo do processo, seja o próprio divórcio ou a partilha de bens, guarda dos filhos e/ou pensão alimentícia. É um processo muito mais demorado e desafiador, que acaba machucando e trazendo desunião entre o “ex-casal”.

Procure um advogado de confiança

Independente do divórcio que você e seu marido venham a ter, será crucial contratar um advogado de sua confiança. O advogado compartilhará fatos sobre esse divórcio, além de falar sobre os próximos passos que deve dar.

O ideal é contratar um advogado especialista em família e que obviamente, esteja inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Também é crucial que a inscrição dele esteja regular, caso contrário podem ocorrer tumultos ao longo do processo e inviabilizar os próximos passos para o seu divórcio.

Faça a divisão de bens se existir e guarda dos filhos

Não basta apenas você e seu marido terem a vontade de se divorciar. Há a necessidade de discutiram fatos mais complicados, como o caso da divisão de bens do casal e até mesmo a guarda de seus filhos (no caso de tiverem).

Quando o divórcio é consensual essas divisões e determinações se tornam mais simples, por isso que recomendamos um processo calmo sem brigas. Você e seu marido precisam entrar em comum acordo quando a divisão de bens, pensões, guarda de filhos ou outros para que o processo seja rápido.

Definitivamente para se separar dentro dos conformes da lei não é difícil e complicado como as pessoas pensam. Tudo depende de como você e o seu marido desejam encarar essa nova etapa.

Se não querem realizar o divórcio amigavelmente é provável que o processo vai demorar e degastar ambos, por isso o recomendado é priorizar o lado amigável, evitando os problemas.

Preste atenção agora:

Se você deseja salvar o seu casamento…. fazer o seu marido se apaixonar por você cada dia mais e mantê-lo sempre interessado no relacionamento ao ponto dele ter cada vez mais tesão por você e por mais nenhuma outra mulher…

Então Leia esse próximo artigo abaixo:

Leia também: > Como salvar o seu casamento com o marido ao ponto de deixá-lo cada vez mais apaixonado por você (antes que seja tarde demais e ele separe de você por outra)

Se você achou interessante esse tema: Meu marido me quer toda noite isso é normal em um Casamento? Então vai gostar dos nossos outros artigos abaixo.